Publicidade
Aparências
É tão fácil me encontrar, sempre estou numa balada, tanto faz os boatos que falam de mim eu não tô nem preocupada, o maior desafio nessa história, é o vazio imenso quem que me aflora ,de madrugada.
Várias bocas vou beijando dizem que é tempo perdido, mas assim eu vou levando pois é pouco o prejuízo, o apelido que ganhei nesta cidade, foi de coração bandido.
Vou fazendo as vontades da carne, porque a alma o que é de verdade, está trancado a sete chaves ,vou levando o nada que eu ganhei com essa tal liberdade.

Parece até piada, mas o frio na barriga é só pela pessoa errada ,vou fingindo está bem pra vida não ficar parada ,as aparências não comprovam nada.
Parece até piada, cada canto que eu passo tem a sua cara estampada, mas ninguém tem seu jeito ,ninguém a você se compara e eu vou fingindo que não vejo nada, me enganando numa vida de farra.
Composição: Rafinha Souza.
Enviada por: Gilozinho CD's, 02/07/2021 ás 21:12

Publicidade

Publicidade
Publicidade
VER MAIS LETRAS
Pare de ficar só olhando, divulgue agora em nosso site: banda, música, empresa, etc ...
"Maior portal de músicas e artistas do Ceará - Brasil"
anuncie agora

By Wordpress - Todos os direitos reservados. gilozinhocds.com.br ▪ 2021 ▪ Crie seu site !