Publicidade
Só querem nos roubar
E nos fazer de palhaços
Depois que estão eleitos
Vão morar em seus palácios

São carros importados
Aviões e áreas nobres
Somente a fé em Deus
É o que ainda resta para os pobres

Cuidado, muito cuidado

Cuidado que eles passam
Só de quatro em quatro anos
E o resto deste tempo
Eles ficam planejando

A festa, o pão, o circo
Feriado e o carnaval
Depois o povo morre
Em corredor de hospital

Cuidado, muito cuidado

Vendeu
Vendeu o voto e a alma pro diabo
E agora não adianta ficar bravo
É Deus por nós e cada um por si
Pode parar com o choro e o mi mi mi

Vendeu
Trocou os hospitais pelos estádios
E agora estádios viram hospitais
Você trocou Jesus por Barrabás
Sem mais

Cuidado que eles passam
Só de quatro em quatro anos
E o resto deste tempo
Eles ficam planejando

A festa, o pão, o circo
Feriado e o carnaval
Depois o povo morre
Em corredor de hospital

Cuidado, muito cuidado

Vendeu
Vendeu o voto e a alma pro diabo
E agora não adianta ficar bravo
É Deus por nós e cada um por si
Pode parar com o choro e o mi mi mi

Vendeu
Trocou os hospitais pelos estádios
E agora estádios viram hospitais
Você trocou Jesus por Barrabás

Vendeu
Vendeu o voto e a alma pro diabo
E agora não adianta ficar bravo
É Deus por nós e cada um por si
Pode parar com o choro e o mi mi mi

Vendeu
Trocou os hospitais pelos estádios
E agora estádios viram hospitais
Você trocou Jesus por Barrabás
Sem mais, sem mais

Você trocou Jesus por Barrabás
Sem mais.
Composição: Eduardo Costa. .
Enviada por: Gilozinho CD's, 07/07/2021 ás 22:10

Publicidade

Publicidade
Publicidade
VER MAIS LETRAS
Pare de ficar só olhando, divulgue agora em nosso site: banda, música, empresa, etc ...
"Maior portal de músicas e artistas do Ceará - Brasil"
anuncie agora

By Wordpress - Todos os direitos reservados. gilozinhocds.com.br ▪ 2021 ▪ Crie seu site !