Publicidade
Tá errado, hoje deveria ser feriado
O comércio era pra tá fechado
O Sol não devia ter saído
Por que todo mundo tá sorrindo?
Enquanto a gente tá se despedindo
Se soubessem o que eu tô sentindo
Era paralização geral

Quando a gente tava junto era bonito demais
Dos amigos, elogio, torcida dos seus pais
Agora você vai embora
E quem fica é sempre quem chora

Deprê
Luto absoluto, sem beber, sem comer
Minha doença é grave, eu sinto falta de você
É um sofrimento raro, preciso de atestado
Foi traumático

Deprê
Luto absoluto, sem beber, sem comer
Minha doença é grave, eu sinto falta de você
É um sofrimento raro, preciso de atestado
Solidão pós-término traumático

Quando a gente tava junto era bonito demais
Dos amigos, elogio, torcida dos seus pais
Agora você vai embora
E quem fica é sempre quem chora

Deprê
Luto absoluto, sem beber, sem comer
Minha doença é grave, eu sinto falta de você
É um sofrimento raro, preciso de atestado
Foi traumático

Deprê
Luto absoluto, sem beber, sem comer
Minha doença é grave, eu sinto falta de você
É um sofrimento raro, preciso de atestado
Solidão pós-término traumático

Deprê
Luto absoluto, sem beber, sem comer
Eu sinto falta de você
É um sofrimento raro, preciso de atestado
Solidão pós-término traumático
Solidão pós-término traumático.
Composição: Marília Mendonça / Odennyson / Rafael Dias..
Enviada por: Gilozinho CD's, 03/07/2021 ás 09:44

Publicidade

Publicidade
Publicidade
VER MAIS LETRAS
Pare de ficar só olhando, divulgue agora em nosso site: banda, música, empresa, etc ...
"Maior portal de músicas e artistas do Ceará - Brasil"
anuncie agora

By Wordpress - Todos os direitos reservados. gilozinhocds.com.br ▪ 2021 ▪ Crie seu site !